Regeneração

Dívida de R$ 1 milhão deixa prédios públicos sem energia em Regeneração

A prefeitura de Regeneração teve sua energia cortada nessa segunda-feira (22), devido um débito no valor de R$ 1.700.000,00 (um milhão e setecentos mil reais) com a Cepisa Equatorial. Dívida  essa que segundo a atual gestão, culpa administrações anteriores.

Na tarde dessa terça-feira (23), a Prefeitura de Regeneração enviou uma nota a imprensa e redes sociais explicando o motivo do corte e a renegociação com A Cepisa – Equatorial Energia Piauí.

Nota de esclarecimento

A prefeitura municipal de Regeneração, vem através desta informar a população que a suspensão de fornecimento de energia elétrica em alguns órgãos do município é por conta de um débito que o município contraiu ao longo de muitos anos, um débito no valor de R$ 1.700.000,00 este é valor atual da dívida para com a Cepisa Equatorial. Dívida vinda ja de outras administrações.

Hoje por volta das 9h30, desta segunda-feira, 22 o prefeito municipal de Regeneração Dr. Hermes Júnior juntamente com advogado do setor jurídico da prefeitura, Dr. Felipe, ao lado do secretário de finanças, Beto Nunes e do secretário de administração, Dr. Felipe Nunes, estiveram na sede da Cepisa para um eventual acordo de negociação para com este débito, na oportunidade se encontravam outros prefeitos do município do Piauí também tentando uma negociação porque também tiveram o fornecimento de energia suspenso nos seus municípios como em Regeneração.

De acordo com a informação repassada pelo atual prefeito Dr. Hermes, o representante da Cepisa disse que o município tem que pagar 50% do débito, ou seja, R$ 800.000,00. O que o advogado jurídico da prefeitura entendi que dessa forma não tem acordo decidindo assim recorrer a justiça, porque o município não tem condições de pagar este valor de pelo menos os 50% de uma dívida que foi contraída ao longo dos anos, não somente por essa gestão atual. Vale lembrar que em se tratando de dívidas o município de Regeneração desde quando se entende por cidade, deve para o governo federal R$ 12.000.000.

O fornecimento de energia elétrica em alguns órgãos do nosso município já foram cortados e ainda corre o risco de ainda mais órgãos ficarem sem energia elétrica, mas se não há acordo na Cepisa a saída será recorrer a justiça e enquanto isso o prefeito vai usar a velha prática que muitos outros usaram que é utilizar o gerador elétrico.

Com informações da Prefeitura Municipal de Regeneração – Piauí

Related posts

MP investiga prefeito Dr. Hermes Júnior por realização de festa em Regeneração

Moisés Costta

Regeneração e mais 9 municípios do Piauí têm FPM bloqueados

Moisés Costta

Deputado faz graves acusações contra o prefeito de Regeneração; vídeos

Moisés Costta