Teresina

Grupo Franly assume turmas prejudicadas pela Celebração Eventos

O Ministério Público do Estado do Piauí, por meio do Procon, realizou na sexta-feira (11) uma audiência pública para tratar sobre a situação dos contratos de formatura assinados com a empresa Celebração Eventos, que declarou falência judicial em novembro de 2018, prejudicando mais de 100 turmas. Na audiência o Grupo Franly manifestou interesse em assumir parte dos contratos.

Segundo a Celebração Eventos, a crise financeira, má gestão e a a altíssima taxa de inadimplência que passa de 95% das turmas contratadas, acabou impedindo que ela continuasse a prestar serviços. Com isso, 108 formaturas foram canceladas.

Para ajudar as turmas prejudicadas, uma audiência foi comandada pelo coordenador o Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon), o promotor Nivaldo Ribeiro, foi realizada no auditório do Ministério Público. Na ocasião, representantes do Grupo Franly, que administram o Atlantic City, demonstraram interesse em assumir a realização dos eventos das turmas prejudicadas que pretendem continuar com os eventos.

A empresa pretende negociar com as turmas interessadas, já que não poderá assumir todo o contrato que foi firmado com a Celebração Eventos, então deverão ser discutidas quais solenidade vão poder ser realizadas. Será dada prioridade as turmas com solenidades marcadas para até o mês de março.

Fonte: GP1 (https://www.gp1.com.br/noticias/grupo-franly-deve-assumir-turmas-prejudicadas-pela-celebracao-eventos-446894.html)

Related posts

Jovem morre ao ser atropelado por carro na BR 316 em Teresina

Moisés Costta

Ministério Público pede afastamento do diretor da Evangelina Rosa

Moisés Costta

Esgoto invade área com crianças internadas no Hospital Infantil

Moisés Costta