Piauí

O governo que se permite ser investigado e respeita a autonomia da PF

Muito me estranha ver algums usaria do seu potencial raciocínio para depreciar um procedimento louvável das grandes repúblicas. Vamos louvar o Estado do Piauí e seu atual governo que se permite ser investigado!!!

A Polícia Federal está na terceira fase de uma investigação onde não conseguiu ainda concluir os responsáveis pela denúncia de desvios na pasta. Logo um governo sério em momento nenhum esbravejou está sendo perseguido, ou tentou impedir investigações no supremo, tal como faz Jair Bolsonaro e seus filhos.

Governo sérios ao invés de se preocupar com investigações anunciam o pagamento de suas dívidas. Como fez o secretário Rafael Fonteles semana passada. Estamos zerados das dívidas com a União. Além disso somos o único Estado a conquistar essa proeza. Quem paga o que deve está na contra mão de quem rouba. Não é verdade amigo?

O que falta é ter a mesma dignidade de mostrar o lado positivo. Tão merecedor quanto divulgar o trabalho da PF em nosso Estado.

NOTA GOVERNO DO PIAUÍ

O governador Wellington Dias repudia a forma como se deu a operação da Polícia Federal na manhã dessa segunda (27) em sua casa onde, atualmente, mora seu filho e família, que nunca tiveram nenhuma função no estado. Seu filho é médico e trabalha na linha de frente do combate ao coronavírus, e desde março o governador mantem distanciamento recomendado pelas instituições de saúde. O governador classifica a operação como mais um espetáculo e destaca que a vida toda ele e sua família sempre agiram respeitando as leis e as instituições.

Sobre a Operação Topic, o governador esclarece que as investigações são contra empresas e referentes a contratos do ano de 2013, quando ele não era governador do estado, portanto, não tem nenhuma relação com a investigação, bem como nenhum membro da sua família.

Uma operação nestes moldes se torna desproporcional e desnecessária já que estamos falando de um fato de 2013, anterior à sua gestão, e em um processo em que a ex-secretária da Educação, hoje deputada federal, prontificou-se a colaborar por duas vezes nos últimos meses, colocando-se à disposição para esclarecimentos, bem como para repassar todo e qualquer documento ou equipamento necessário, conforme registrado por e-mails.

O governador ressalta que o Estado é vítima e o maior interessado na resolução desta questão e irá trabalhar para que tudo seja plenamente esclarecido. Enfatiza-se que, infelizmente, muitos espetáculos ainda poderão acontecer, mas ressalta que existe a lei de abuso de autoridade para que casos como este não aconteçam indiscriminadamente.

Por fim, é necessário prudência para que ninguém seja acusado injustamente e nem incriminado sem o pleno direito de defesa.

Related posts

Deputado defende que pacientes com Covid-19 sejam atendidos por hospitais privados na falta de vagas no SUS

Moisés Costta

Chesf abre duas comportas da Barragem de Boa Esperança; vídeos

Moisés Costta

Piauí entra na 3ª semana de queda de mortes causadas pela Covid-19

Moisés Costta