• Home
  • Saúde
  • Médicos do Piauí irão suspender atendimentos a partir desta segunda, 27
Saúde

Médicos do Piauí irão suspender atendimentos a partir desta segunda, 27

Sem respostas do Governo até o momento, os médicos servidores públicos do Estado se reuniram em assembleia no auditório do Sindicato dos Médicos do Estado do Piauí (SIMEPI), para tratar de pautas como Progressão, correção da Insalubridade, busca de condições dignas de trabalho, realização urgente de concurso público e o piso FENAM. Após votação, uma paralisação de advertência foi decidida por unanimidade e seguirá nos dias 27, 28 e 29 de maio em toda a rede estadual de saúde, sendo suspensos a realização de consultas e procedimentos, salvo casos de urgência e emergência.

De acordo com Samuel Rêgo, presidente do SIMEPI, a categoria está unida na luta por uma saúde pública de qualidade e fazendo um movimento com muita responsabilidade.

“O SIMEPI está lutando por condições dignas de trabalho para que a medicina seja exercida de forma digna para os médicos e a população. Infelizmente o Governo do Estado está passando por um momento em que a saúde pública não vem sendo tratada com prioridade”, comenta Samuel Rêgo.

O papel do Sindicato dos Médicos do estado do Piauí é trazer esse assunto para discussão. “O Governo do Estado está tentando se omitir diante da crise que vivenciamos na saúde e nós temos a obrigação de trazer essa pauta para ser discutida com a sociedade. É necessário se organizar e encontrar uma solução urgente para isso”, completa o presidente do SIMEPI.

A entidade, diante de toda a problemática que envolve o caos na saúde pública e das denúncias recebidas pelos profissionais que estão na linha de frente, como agressão física e aumento no número de mortes, decidiu por 72 horas de paralisação nos atendimentos, nos dias 27, 28 e 29 de maio. Na ocasião, os médicos estarão concentrados na segunda-feira (27), a partir das 7h, em frente ao Ambulatório Azul do Hospital Getúlio Vargas.

“Estaremos reunidos, mostrando a nossa indignação e que queremos que haja melhorias na saúde para que o Estado do Piauí possa continuar avançando, fazendo com que a população e seus profissionais possam crescer juntos”, finaliza Samuel Rêgo.


Fonte: Com informações da Ascom/SIMEPI

Related posts

Entenda qual a importância de ir ao dentista regularmente

Moisés Costta

Amarante | Curso de Aplicação de Medicamentos Injetáveis; inscrições

Moisés Costta

Remédios ficarão até 4,33% mais caros a partir de segunda-feira

Moisés Costta