Saúde

Teresina: “estão recusando a Coronavac devido à fake news”, diz enfermeira Emanuelle Dias

A coordenadora da campanha de vacinação contra a Covid-19 em Teresina, enfermeira Emanuelle Dias, informou que algumas pessoas estão recusando tomar a vacina Coronavac, devido as fake News (notícias inverídicas). 

“A vacina mais recusada é a Coronavac, devido a informações inverídicas que circulam na rede social”, disse Emanuelle Dias.

As pesquisas confirmam que todos as vacinas disponíveis – AstraZeneca, Coronavac, Pfizer e Janssen – são seguras e eficazes contra a covid-19. 

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) confirmou que 10 pessoas foram punidas e colocadas no fim da fila, por chegar em postos de vacinação querendo escolher marca de imunizantes. 

“Reforçamentos que a melhor vacina é aquela que está disponível no momento. Precisa que as pessoas que estejam contempladas com a vacinação ou por faixa etária ou por grupos prioritários devem tomar a vacina o quanto antes para que a gente tenha o maior número de pessoas vacinadas com a covid. Essa é a forma mais eficaz de prevenção da doença”, disse Emanuelle Dias. 

Desde o início do mês, a pessoa que forem se vacinar contra a Covid-19 e se  recusar a tomar em função da marca, origem ou fabricante do imunizante deverá assinar um termo de desistência e irá para o fim da fila. 

O termo do Prefeitura determina ainda que se a pessoa se recusar a assinar, duas testemunhas poderão comprovar a recusa e o termo de desistência terá validade. A decisão da Fundação Municipal de Saúde (FMS) está de acordo com a recomendação administrativa 29ª PJ Nº 11/2021 do Ministério Público do Piauí.

Fonte: cidadeverde.com

Related posts

Fiscalização flagra medicamentos vencidos em hospitais públicos no Piauí

Moisés Costta

Deputado do PCdoB vai reabrir discussão sobre Piso da Enfermagem

Moisés Costta

Governo Bolsonaro atrasa pagamento de bolsa a novos médicos do Mais Médicos

Moisés Costta